• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Notícias
  • Estudantes do Ceará vencem competição nacional do Ministério Público do Trabalho
  • Forum de estágio Prancheta 1
  • Prêmio MPT de Jornalismo 2018: inscrições prorrogadas até 31 de outubro
  • MPT-CE promove a criação do Fórum Cearense de Estágio
  • Agricultura e trabalho doméstico são recordistas em casos de exploração de crianças no Ceará
  • MPT alerta: coação da empresa no voto do trabalhador é violação trabalhista

Estudantes do Ceará vencem competição nacional do Ministério Público do Trabalho

São de municípios cearenses os vencedores de quatro das seis categorias do Prêmio MPT na Escola

Estudantes e educadores da rede pública de municípios cearenses venceram a 3ª edição do Prêmio MPT na Escola, concurso cultural realizado pelo Ministério Público do Trabalho em todo o país para estimular, por meio da arte, o debate sobre os prejuízos do trabalho precoce. Entre 53 produções artísticas finalistas de nove estados brasileiros, o Ceará conquistou o 1º lugar em quatro das seis categorias: curta-metragem, desenho, esquete teatral e poesia. A entrega do prêmio vai ser dia 11 de dezembro, na sede da Procuradoria-Geral do Trabalho, em Brasília.

A história do curta-metragem vencedor (Menino de Barro: direito violado), do município de Barro, foi inspirada na infância da aluna Sâmia Maria Silva. "Desde pequena eu ia com a minha avó pra debaixo de um pé de mangueira e ela pegava barro e começava a ensinar como fazer bonecos e outras coisas pra brincar. A gente passava o dia brincando, era a maior folia! Trabalhar, nem pensar", relata a menina. A professora Dalva de Oliveira, orientadora do trabalho, fala com orgulho da conquista. "Não é só ter ideias, mas também desenvolver habilidades e capacidades, porque eles (os alunos) são estrelas. Basta um olhar especial", afirma emocionada.

Os traços que impressionaram a comissão julgadora, na etapa nacional, são de José Mikael da Silva e Myrella Pacheco, alunos de Beberibe. Juntos, eles desenharam e coloriram o mapa do Brasil em três dimensões, para destacar o futuro livre de exploração. "A gente se inspirou nas diferenças de todas as crianças", detalha Myrella. O espetáculo A criança, o espelho e o Peteca, do município de Fortim, foi o grande vencedor da categoria "esquete teatral". Entre trabalhos de todo país, a poesia Infância Perdida, do município de Reriutaba, foi a que alcançou melhor pontuação.

O MPT na Escola é a versão nacional de uma iniciativa que teve início no Ceará, ainda em 2008: o Programa de Educação Contra a Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente (Peteca). Coordenador do Peteca em Beberibe, Marcelino Luis da Silva enfatiza os resultados das ações de conscientização sobre o tema desenvolvidas nas escolas. "Os alunos têm muita satisfação em aprender e estarem atualizados", afirma. Uma vez ao ano, os estudantes apresentam as produções artísticas para a comunidade. "Eles ficam muito ansiosos com esse momento", completa.

Ao todo, o Prêmio MPT na Escola vai distribuir R$ 240 mil para os cinco primeiros colocados em cada categoria, distribuídos em partes iguais entre estudantes, professores orientadores, além dos coordenadores do programa na escola e no município. Serão R$12 mil para os trabalhos que alcançaram maior pontuação, em cada modalidade. Com a música Viver minha infância, Fortaleza conquistou a 2ª colocação entre as canções finalistas e vai receber R$10 mil. Já o texto Onde moram as fadas, elaborado por estudantes do município de Granja, ficou em 4º lugar na categoria "conto" e vai receber R$ 6 mil.

Para conferir a relação completa de vencedores do Prêmio MPT na Escola 2017, clique aqui.

Imprimir

  • banner pcdlegal
  • banner abnt
  • banner corrupcao
  • banner mptambiental
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • banner audin
  • Portal de Direitos Coletivos